Buscar
  • multipla

Como devem agir as grávidas em tempos de COVID-19

Atualizado: Jun 26



Como devem agir as grávidas em tempos de COVID-19


Ser mãe é uma daquelas coisas maravilhosas que pode acontecer na vida de uma mulher. É uma mudança radical que trará as maiores alegrias, muito AMOR (sim, em maiúscula), e junto com isso, alguns sofrimentos. E tudo começa logo após saber que ficou grávida. O corpo feminino se adapta para que o feto possa se desenvolver, há uma revolução de hormônios. A contagem regressiva se inicia para o dia do parto. Há tanto a fazer, tanto a aprender até esse dia chegar! A cabeça da futura mamãe enche de pensamentos que envolvem o bebê e o amanhã: as visitas do pré-natal, a maternidade ou hospital onde irá ganhar, o enxoval, o chá de fralda… a ansiedade do que está por chegar.


E no meio de tudo isso, a pandemia que veio para deter a vida dos humanos, a Covid-19. Como devem agir as grávidas num contexto como o atual?


O passado 10 de abril, asgestantes foram incluídas pelo Ministério da Saúde no grupo de riscode contaminação pelo Coronavírus. Até esse momento, só as mulheres com gravidez de alto risco e as puérperas (aquelas que tiveram filhos nos últimos 45 dias) formavam parte do conjunto considerado mais vulnerável da população.



Como devem agir as grávidas em tempos de COVID-19


Os especialistas asseguram que as gestantes correm os mesmos riscos que o resto de cidadãos de ser contagiadas pelo vírus. Porém, devido à queda da imunidade e a alteração emocional derivadas da própria gestação podem-se agravar os sintomas da Covid-19. Portanto, a prevenção é essencial.


Recomenda-se o isolamento social e evitar as idas desnecessárias a centros de saúde. Isso não quer dizer abandonar as visitas rotineiras do pré-natal, pois são imprescindíveis para verificar que tudo está bem tanto com a mãe quanto com o feto. E urgências serão sempre urgências.


Até o momento não há evidências que constatem a transmissão vertical, de mãe para feto, do Coronavírus. Nos casos estudados de mulheres no terceiro trimestre de gestação que foram contagiadas, as amostras de líquido amniótico, sangue do cordão umbilical, corrimento vaginal e leite materno testaram negativo. Segundo o Ministério da Saúde, por enquanto não há resultados sobre os efeitos da Covid-19 em grávidas no primeiro ou segundo trimestre de gestação. Dado que não existem muitos estudos sobre o vírus na gravidez, a pasta recomenda as mulheres que tinham planejado engravidar, aguardar um tempo até a pandemia se acalmar.


Chegado o momento do parto, a Organização Mundial da Saúde (OMS), desmente que seja recomendada a cesariana. Tanto a OMS quanto o Ministério da Saúde garantem à mulher o direito de escolher o parto que deseja ter, levando em conta as indicações obstétricas dadas pelos especialistas.



Como devem agir as grávidas em tempos de COVID-19


Uma das orientações dos médicos é que só assista um acompanhante ao hospital. Além, durante o período de internação não estão sendo permitidas as visitas. Também não se recomendam as visitas a casa para conhecer o recém-nascido e parabenizar os novos pais. Como acontece para a população em geral, deve ser evitado o contato com todos aqueles que não morem na mesma casa. Haverá tempo para todos conhecerem o bebê.


Enquanto a amamentação, tanto a OMS quanto o Ministério de Saúde, apostam por mantê-la, pois são incontáveis os benefícios do leite materno para os bebês. Se a mãe tiver sido diagnosticada com Coronavírus, terá que tomar algumas precauções, como o uso de máscara e a máxima higiene das mãos. Inclusive, poderá contemplar a opção de extrair o leite e que alguém que não esteja infetado dê para o bebê.


Caso tenha dúvidas, não hesite em consultar seu médico e seu plano de saúde.

Apesar do momento que o mundo está vivendo, a chegada de uma criança é sempre uma alegria. Por isso, mamãe, não esquente a cabeça com aquilo que não poderá mais fazer. É mais do que lógico que numa hora dessas queira a família por perto, tenha o desejo de compartilhar com os conhecidos a chegada do seu bebê. Mas é hora de se cuidar. Seguir as recomendações dos especialistas para prevenir o Coronavírus, manter uma alimentação equilibrada, meditar e fazer exercício dentro de casa.


A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vem fazendo várias reuniões virtuais sobre gestação e Coronavírus. Pode encontrar o material e o vídeo das reuniões no site da ANS.

6 visualizações

A Múltipla tem uma equipe de consultores em planos de saúde especialmente treinados para lhe oferecer o melhor.

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Matriz

R. Felipe Camarão, 467​

Cidade Alta, Natal/RN

(84) 3222-1872 / 9 9818-9243

Filial

Rua Empresário João Rodrigues Alves, 125

Bancários, João Pessoa/PB - Delta Center, Torre A - Sala 1404

(83) 9 9168-4355

atendimento@corretoramultipla.com.br

Copyright © 2020 - Todos os Direitos Reservados MULTIPLA CORRETORA DE SEGUROS LTDA