Buscar
  • multipla

Aumenta em 42% o interesse na troca para plano de saúde mais barato

O interesse na trocar de planos de saúde, preservando os períodos de carência e de cobertura parcial temporária para doenças, ou lesões preexistentes, já cumpridos, aumentou 42% nos primeiros sete meses de 2021 ante igual período do ano passado.

Receba uma consultoria e saiba como mudar seu plano e economizar

Segundo os dados do relatório de acompanhamento de protocolos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o principal motivo informado pelos usuários é a busca por planos de saúde mais baratos.


Se for levado em conta o período de março de 2020 a julho de 2021, as principais motivações informadas foram: a busca por um plano mais barato (44%), cancelamento de contrato (17%) e a procura por melhor qualidade da rede prestadora (16%).


Como mudar seu plano e aproveitar carências?


Essa opção está disponível aos beneficiários de qualquer modalidade de contratação (planos individuais, coletivos empresariais e coletivos por adesão), mediante o cumprimento de alguns requisitos que podem ser verificados diretamente com um de nossos consultores.


Escolha dos planos disponíveis


Para consultar os planos disponíveis no mercado e compatíveis para fins de aproveitamento, o beneficiário pode nos contatar através do WhatsApp e receber um atendimento personalizado.


Depois de nos responder algumas questões sobre o seu plano de origem e sobre suas necessidades na contratação do novo plano, você receberá a indicação do plano ideal para você.


Depois de escolher o novo plano, você deve unir a documentação necessária para prosseguir com sua contratação.


Quando há carência no novo plano contratado


Caso o beneficiário mude para um plano com coberturas não previstas no plano de origem, estará sujeito ao cumprimento de carências, mas somente para as novas coberturas.


Por exemplo: um beneficiário que possui um plano ambulatorial poderá fazer portabilidade para um plano ambulatorial + hospitalar cumprindo carências apenas para a cobertura hospitalar.

8 visualizações0 comentário